O Complexo Ohtake em Pinheiros é um empreendimento privado do Grupo Aché localizado no eixo de maior desenvolvimento da cidade de São Paulo.

O local é marcante pela sua arquitetura de vanguarda, com formas futuristas, que conjuga o traço autoral do arquiteto Ruy Ohtake com tecnologia de ponta do setor da construção.

Complexo Ohtake em Pinheiros

Estrutura Complexo Ohtake em Pinheiros

O complexo integra, em uma área total de 65.000 m2, trabalho, cultura e lazer. É formado por:

  • Torre Faria Lima

Edifício de escritórios, com 22 andares e heliponto

  • Torre Pedroso de Moraes

Edifício de escritórios com 6 andares, em forma de trapézio invertido, com equipamentos e tecnologia de última geração.

  • Salas de Exposição

Sete salas de exposição, dotadas dos mais avançados recursos técnicos e aptas a receber as mais diferentes linguagens plásticas, quatro salas de ateliês, uma de seminários e uma de documentação, ligadas por um grande hall, com restaurante,
café, livraria e loja de objetos.

  • Teatro e Cinema

Teatro, com capacidade para 720 pessoas, especialmente projetado e equipado para concertos, recitais, óperas, espetáculos teatrais e de dança. Espaço múltiplo, com palco e platéia flexíveis, próprio para a realização de projetos especiais, como performance e multimídia.

Cinema, auditório com 214 lugares com programação noturna e finais de semana

  • Centro de Convenções

Auditório para palestras, conferências, salas de reuniões, ballroom e espaços para festas e coquetéis, em área de 6.500 m2.

Instituto Tomie Ohtake

Instalado em um modelo inédito de empreendimento, concebido para a cidade contemporânea, o Instituto Tomie Ohtake faz parte de um complexo, onde cultura, trabalho e lazer naturalmente estão integrados. O projeto, de autoria do arquiteto Ruy Ohtake, compreende dois edifícios para escritórios, um centro de convenções e um centro cultural, o nstituto Tomie Ohtake.

O Instituto tem como missão difundir e refletir, através de exposições, oficinas, cursos, debates e publicações, as grandes transformações ocorridas desde os anos 50 até aquelas que estão em curso hoje.

O Instituto Tomie Ohtake tem como objetivo apresentar as novíssimas tendências estéticas, nacionais e internacionais, além daquelas que lhes servem de referência. Cobrir as suas variadas formas de expressão – das exposições de pintura e escultura às instalações multi-mediáticas, destacando igualmente a arquitetura e o design, além de ficar atento a outras linguagens que ganham os espaços expositivos, como cinema, teatro e literatura.

Compartilhar as mostras que organiza com outras cidades brasileiras faz parte das metas da instituição, mediante o esforço sistemático para a realização de itinerâncias pelo país.
O Instituto Tomie Ohtake, responde a uma de suas metas cruciais – a produção de conhecimento – por meio do seu Núcleo de Pesquisa e Curadoria, que estuda e amplia todos os conteúdos das mostras e respectivas atividades paralelas, das publicações e do setor educativo, aprofundando todas as questões que cercam o universo de atuação da instituição.

Está também entre seus fundamentos, aproximar o público – do leigo ao mais sofisticado – dos conceitos chaves relacionados com as principais modalidades expressivas da contemporaneidade, através de um programa educativo que envolve cursos de história da arte, pintura, gravura, literatura, filosofia,  cinema, música etc., e que também compreende debates e seminários com a participação de artistas, escritores, críticos e curadores, bem como toda a variada gama de pensadores que hoje se ocupa em pensar a cultura.

Faz parte de sua filosofia ainda estimular a prática artística – do pincel ao pixel -, através de cursos e workshops oferecidos em salas especialmente destinadas a esse fim, como também colocar seu know how no ensino da arte fora de sua sede e criar projetos que alcancem circuitos menos privilegiados ao acesso à cultura.

Endereço e Telefone Complexo Ohtake em Pinheiros

  • Rua Coropé, 88 – Pinheiros – São Paulo – SP
  • Telefone: (11) 3728-4943

Outras informações:

Mapa de localização: